Segue-nos

Notícias e Eventos

Prepara-te para os Exames; inscreve-te já!

Já começaste a preparar-te para os Exames? Falta pouco mais de 1 mês para eles estarem à tua frente. Organiza a tua rotina de estudos, a lista de matérias que deves estudar e planeia as tuas atividades com um calendário de estudo. E não te esqueças duma boa alimentação e de dormires um mínimo de 8 horas!

Estás a pouco mais de um mês dos exames. É a altura de decidir quais as cadeiras que farás na primeira época e as que vais deixar para a segunda. Tentar fazer todas na primeira esgota o tempo para estudar para cada exame e pode dar maus resultados. Da mesma forma que esperar pelo fim das aulas para começar a estudar também é uma má tática. É agora que deves começar a preparar-te para os exames.

Mas antes, faz um plano de estudo e compromete-te a cumpri-lo à risca:

1.  Começa a estudar já

A importância de ir às melhores aulas e acompanhar a matéria ao longo do semestre vai notar-se agora. Há cadeiras em que te sentes mais à vontade e outras que te parecem incompreensíveis. A menos que estejas cheio de trabalhos ou com testes importantes, está na altura de te agarrares a estas matérias. Não esperes pelo fim das aulas para o fazer, pois será tarde. Esta é a altura em que vale a pena começares a faltar às aulas que não são tão importantes. "Sempre que o valor das aulas for inferior ao do estudo, deves faltar às aulas e ficar a estudar", dizem os autores.

2.  Assume: não farás todas as cadeiras na 1.ª época

Este é um bom princípio para te estreares em grande. Quando olhares para o calendário de exames vais ficar horrorizado ao descobrir que terás alguns com apenas um dia de intervalo. A menos que sejas genial ou tenhas seguido as aulas à risca e feito apontamentos excelentes, é melhor mentalizares-te que deves dividir as cadeiras pelas duas épocas para teres mais tempo para estudar para cada uma delas.

3.  Avalia o grau de dificuldade de cada cadeira

É fundamental que percebas quais as cadeiras mais difíceis, ou que têm mais matéria para estudar, para preparares o estudo. Avalia quais as cadeiras que conseguirás estudar em menos tempo e para quais precisarás de mais, isso é fundamental para passares ao ponto seguinte.

4.  Decide quais os exames a fazer e em que época

Depois de teres percebido o grau de dificuldade de cada cadeira, podes finalmente organizar um calendário próprio de exames, decidindo quais vais fazer na primeira época e as que guardarás para a segunda. "Tentar ir a todas é uma estratégia de alto risco, pois reduz o número de dias para estudares para cada cadeira e aumenta as probabilidades de chumbares", alertam os autores. Lembra-te que ao dividires os exames por épocas, é fundamental que dês tudo em cada cadeira, senão corres o risco dos planos te saírem furados. Este é um plano para cumprir e não para te libertares do estudo.

5.  Faz um calendário de estudo

Vê o material que tens de ler para cada cadeira, divide-o pelo número de dias que faltam até ao exame, e, se possível, deixa uma folga de dois dias - para imprevistos e para rever a matéria. E prepara-te, pois vais ter de estudar para duas cadeiras em simultâneo. Esta é uma das principais dificuldades dos caloiros, mas não há volta a dar. Estudar uma de manhã e outra à tarde é, geralmente, um bom método, especialmente se os exames são muito colados. Nunca caias no erro de pensar que consegues estudar para um exame em apenas dois dias.

6.  Reúne o material necessário para estudar

Não esperes mais para procurares bons apontamentos e enunciados de exames dos anos anteriores. Estes serão os teus melhores auxiliares de estudo, mas não te esqueças de complementar o estudo com os teus apontamentos ou com os de um colega mais organizado, pois cada professor tem as suas matérias preferidas. "Um bom método de estudo é passar os apontamentos a limpo uma semana antes do exame", garantem os autores. E aconselham fazê-lo à mão, porque implica maior concentração.

7.  Não te percas na bibliografia recomendada

Se mal tens tempo para estudar os apontamentos e resolver os enunciados de exames dos anos anteriores, é melhor fazeres vista grossa à bibliografia recomendada. A menos que procures um livro genérico, daqueles que cobrem todo o programa. E a melhor forma de o fazer é com­parar o programa da cadeira com o índice dos livros desse tipo. O mais parecido é aquele que deves comprar ou pedir emprestado.

8.  Aprende a separar o fundamental do acessório

A importância de ter acesso a enunciados de exames dos anos anteriores é descobrir quais são as matérias chave. Com tão pouco tempo para estudar não faz sentido perderes-te em matérias que nunca saem, mas apenas com aquelas que marcam presença em todos os exames.

9.  Resume a matéria por palavras tuas

Mais importante do que copiar frases dos livros ou dos apontamentos é tentar reescrevê-las com palavras tuas, pois serão essas ideias que vais levar contigo para o exame. Por vezes nem é preciso voltar a ler estes resumos, mas só o facto de os escreveres ajuda-te a memorizar uma série de informações.

10.  Pratica as respostas teóricas

"Nada é mais importante do que praticar - resolver exercícios práticos e ensaiar respostas teóricas", é uma das ideias-chave do livro. Podes não adivinhar quais as perguntas que te vão sair no exame, mas sabes que há sempre duas ou três respostas que te vão pedir e é nessas que deves insistir. Lê a matéria e prepara a resposta até o conseguires fazer sem dificuldades. Quando chegares ao exame, não serás apanhado desprevenido.